Se nosso sangue é vermelho, por que nossas veias são azuis?

As veias que enxergamos nos braços e pernas de quem tem pele clara parecem ser azuladas ou esverdeadas, porque o sangue que passa por elas é bem escuro, pois já perdeu oxigênio. Mas, para entender isso é preciso saber o caminho que percorre dentro do corpo.

Assim que sai do coração, o sangue – que está cheio de oxigênio – é transportado pelas artérias, que são grossas e não podem ser vistas sob a pele, pois ficam na parte mais interna do corpo. Sua missão é levar oxigênio e nutrientes por todo o organismo. Conforme passa pelos órgãos, vai deixando oxigênio.

Quando termina sua tarefa, volta por meio das veias (ficando mais escuro) para o coração, que o direciona aos pulmões para ser abastecido de mais oxigênio. Em seguida, retorna para fazer o mesmo caminho e assim sucessivamente. Todo esse trajeto demora cerca de 60 segundos.

ONDE NASCE?

O sangue sai do coração, mas não é produzido lá. Ele é fabricado na medula óssea, parte de dentro do osso, que trabalha o tempo todo para isso. Uma célula sanguínea vive cerca de quatro meses apenas e precisa ser constantemente renovada.

Essa tarefa é feita pelas células-tronco hematopoéticas, as únicas capazes de fabricar as substâncias que compõem o sangue, como hemácias (glóbulos vermelhos), leucócitos (glóbulos brancos), plaquetas, entre outras. E haja trabalho: uma única gota de sangue tem mais de 250 milhões de hemácias, 375 mil leucócitos, 16 milhões de plaquetas, entre outras. Cerca de 2 milhões de células de sangue são produzidas por segundo.

Pode ficar doente

Se durante a produção do sangue, algum dos componentes for modificado, ele pode adoecer. Um dos problemas mais graves que provoca é a leucemia, quando a medula passa a produzir células com câncer, que afetam os glóbulos brancos (responsáveis por proteger contra infecções). É por isso que, em alguns casos, faz-se transplante de medula para que passe a fabricar sangue sem as células com câncer.

A doença mais comum do sangue é anemia, quando há falta de glóbulos vermelhos porque a medula não produz quantidade de hemoglobina suficiente. Isso faz com que lábios, palmas das mãos e parte interna do olho fiquem mais claros.

Doar não faz falta

Quem perde muito sangue em acidente ou cirurgia ou ainda faz tratamento para leucemia, por exemplo, precisa repor os componentes que perdeu. Para isso, tem de receber transfusão de sangue de doador.

A doação não faz falta para quem doa, porque a quantidade é pequena (pouco menos de meio litro) e o organismo não para de produzi-lo. Pode doar quem tem entre 18 e 65 anos (a partir de 16 pode doar com autorização dos pais), esteja saudável e pese, no mínimo, 50 kg. É só ir a um hemocentro ou banco de sangue.

Após ser coletado, o sangue é testado para saber se pode ser usado sem apresentar risco ao receptor. O problema é que menos de 2% da população doa; por isso é tão importante ser doador. Se estiver ok, é separado por componentes e guardado na geladeira.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

Você sabia que menos da metade da população mundial possui acesso a internet?

Próximo Artigo

Conheça o homem que não toma banho há 60 anos!!

Postagens Relacionadas