Quem inventou a máscara de gás?

A máscara de gás é um equipamento que foi desenvolvido para proteger os indivíduos de substâncias tóxicas presentes no ar. As primeiras máscaras de gás geralmente cobriam somente a boca e o nariz para proteger o indivíduo, mas as versões modernas também protegem outras regiões vulneráveis, como os olhos.

As máscaras de gás evoluíram para proteger o usuário de toxinas gasosas e particuladas. Elas são equipadas com filtros específicos para proteger contra uma toxina ou um grupo de toxinas diferente. Ainda assim, as máscaras de gás não oferecem proteção contra gases corrosivos, o que exige que o usuário use roupas de proteção.

Ao longo desse artigo, você vai ficar por dentro da história dessa invenção e sua importância especialmente no mundo militar.

A história da máscara de gás

Muita gente pode ficar surpresa ao saber que os antigos gregos foram a primeira civilização a utilizar um modelo arcaico de respirador. Eles usavam as propriedades das esponjas comuns como uma espécie de máscara de gás primitiva. No entanto, acredita-se que seu objetivo principal era oferecer proteção às pessoas que trabalhavam em poços poluídos.

No século 18, Alexander von Humboldt, um engenheiro de minas prussiano, desenvolveu um respirador primitivo para ajudar os mineiros de sua região que trabalhavam em minas profundas.

Segundo o World Atlas, Lewis P. Haslett, um engenheiro americano, criou um dispositivo em 1847 que lembrava as máscaras de gás dos dias modernos, embora não tivesse exatamente o mesmo objetivo. Ele foi a primeira pessoa nos Estados Unidos a receber uma patente para uma máscara desse tipo. Sua invenção funcionava por meio do uso de um filtro em forma de bulbo para filtrar a poeira do ar inalado.

A popularização da máscara de gás na Primeira Guerra Mundial

Em 1914, Garrett Morgan patenteou um dispositivo que permitia ao usuário respirar ar puro ao contar com esponjas úmidas que visavam melhorar a qualidade do ar inalado. Sua invenção abriu caminho para a criação de máscaras de gás usadas durante a Primeira Guerra Mundial.

Quando os alemães passaram a utilizar gás venenoso nos combates em 1915, as máscaras de gás se tornaram um componente essencial da guerra. Inicialmente, as forças aliadas faziam o uso do algodão em máscaras adaptadas para protegê-las do gás. Foi então que o médico John Scott Haldane melhorou o filtro usado pelas tropas aliadas na época para desenvolver o primeiro modelo específico de máscara de gás .

Vale destacar que como os animais eram comumente usados durante as batalhas na Primeira Guerra Mundial, as máscaras de gás também foram projetadas para proteger cães e cavalos.

O uso moderno das máscaras de gás

Vale destacar que o trabalho do Exército dos EUA foi crucial para o desenvolvimento das máscaras de gás modernas. Basicamente, os soldados americanos aprimoraram o design amplamente utilizado durante a Primeira Guerra Mundial e tornaram mais confortável.

Ainda assim, devido ao desenvolvimento de várias armas, particularmente armas biológicas e químicas, várias melhorias são adicionadas às máscaras de gás continuamente.

Com o tempo, órgãos governamentais em várias partes do mundo passaram a garantir que uma parcela da população fosse devidamente treinada para o uso de máscaras de gás. Esse grupo geralmente abrange jornalistas e fotógrafos que cobrem conflitos e protestos.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

Por que as maçãs escurecem depois de cortadas?

Próximo Artigo

Por que as aves voam em formação de V?

Postagens Relacionadas