Por que o rugido dos leões é tão alto?

O rugido de um leão é um dos sons mais imponentes do reino animal. De fato, qualquer pessoa que estiver nas savanas africanas e vier a escutar esse som, certamente ficará muito assustada.

Os leões, como você já deve saber, não são os únicos animais que podem rugir. Esta vocalização ameaçadora pode ser realizada por outros três animais: tigres, leopardos e onças. Isso não é uma mera coincidência, é claro, pois todas as quatro espécies citadas pertencem ao gênero Panthera.

Então, o que torna esses animais tão especiais? Por que eles compartilham um rugido tão ameaçador?

Caixa de voz dos leões ajuda a explicar a imponência do seu rugido

A ciência por trás desses rugidos majestosos se resume a um órgão: a laringe (caixa de voz). As pregas vocais (cordas vocais) da laringe são diferentes em leões e tigres com relação a outros animais, o que explica seu tom incrivelmente ameaçador.

Em geral, a “voz” de qualquer animal (incluindo humanos) é produzida pelo ar expelido dos pulmões que flui pelas pregas vocais. Isso faz com que as pregas vocais vibrem, “interrompendo” o fluxo de ar. Devido a essa saída escalonada de ar, pulsos audíveis de som são produzidos.

Por sua vez, a natureza e o volume exato do som dependem da pressão do ar dos pulmões (o que significa que a pressão do ar é o “combustível” de nossas vozes) e dos músculos da laringe, que manipulam o comprimento e a tensão exatos das pregas vocais.

A diferença entre as pregas vocais dos animais do gênero Panthera e de outras criaturas está em sua forma. Enquanto nossas pregas vocais adotam uma forma triangular dentro de nossas gargantas, as pregas vocais de leões e tigres tomam uma forma quadrada. Na prática, isso se deve ao fato de os felinos possuírem alguns depósitos de gordura localizados nas profundezas do ligamento das pregas vocais.

No fim das contas, é devido a essa gordura depositada que as pregas vocais adquirem seu formato achatado e quadrado. Esta forma essencialmente estabiliza as cordas vocais, permitindo-lhes responder melhor ao ar que passa. Desta forma, um leão pode produzir um rugido incrivelmente alto sem exercer muita pressão sobre os pulmões.

Uma vocalização incrivelmente barulhenta

Pouca gente sabe, mas os poderosos rugidos de um leão podem atingir a incrível marca dos 114 decibéis, o que é tão alto quanto alguns shows de bandas de rock, para efeito de comparação.

Curiosamente, de acordo com um estudo, o rugido de um leão possui algumas semelhanças com o choro de um bebê que busca atenção, embora no primeiro caso a voz seja muito mais profunda, obviamente.

De um modo geral, rugidos de baixa frequência de leões são predeterminados não por impulsos nervosos de seu cérebro, mas pelas propriedades físicas de seu tecido das pregas vocais (ou seja, sua capacidade de esticar e cisalhar).

Entendendo por que os leões utilizam o rugido

Assim como os humanos, os animais se comunicam entre si, embora em línguas que não entendemos. Os leões são muito sociais no seu meio, o que não é surpreendente, pois eles vivem em “bandos” na natureza, ou seja, um grupo de leões, leoas e filhotes. Dito isto, eles podem rugir para assustar um intruso, outros leões ou um predador.

Os leões também podem rugir para alertar sobre qualquer perigo iminente. Além disso, o rugido também pode ser utilizado na frente de outros leões como uma forma de exibição, o que obviamente tem uma vantagem na selva quando se trata de acasalamento.

Com tudo isso em mente, da próxima vez que ouvir o rugido de um leão, pense em como as pregas vocais desses animais conseguem vibrar tão rapidamente para fazer tanto barulho.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

Por que os urubus não ficam doentes quando comem carne podre?

Próximo Artigo

12 Curiosidades interessantes sobre o Bis

Postagens Relacionadas