Por que o pedido de casamento é feito de joelhos?

O casamento é uma parte muito interessante da vida de muita gente, estando muitas vezes rodeado de tradições um tanto curiosas. Um detalhe digno de nota é, por exemplo, o costume do pedido de casamento ser realizado de joelhos.

Se formos analisar bem esse tipo de situação, podemos chegar facilmente à conclusão de que essa é uma posição meio estranha de propor uma aliança matrimonial a uma pessoa, não é mesmo? Então, por que essa prática está no cerne de um dos momentos mais esperados da vida de tanta gente?

Uma antiga forma de saudação

O ato de ajoelhar-se ao propor um pedido de casamento tem raízes em uma combinação de várias práticas milenares. Como aponta o site MarthaStewart.com, as pessoas têm se ajoelhado para mostrar respeito ou reverência há milhares de anos.

Isso pode ter se originado no Império Persa, quando as saudações adequadas dependiam da posição social, ou seja, onde a diferença de posições sociais era grande, aquele de “origem inferior” se prostrava no chão.

Esse sistema de saudação, conhecido como prosquínese, foi eventualmente adotado por Alexandre, o Grande, quando este assumiu o império um século depois. No entanto, muitos dos súditos gregos e macedônios de Alexandre desaprovaram o novo ritual, pois acreditavam que tais gestos deveriam ser reservados para os deuses.

Ainda assim, a ideia de ajoelhar-se como um sinal de deferência se tornou popular tanto nas esferas religiosas quanto seculares. Os católicos, por exemplo, passaram a ajoelhar-se diante de um tabernáculo que contém a Eucaristia (hóstias abençoadas por ser o corpo de Jesus).

Já os guerreiros europeus muitas vezes se ajoelhavam diante de seu comandante, que os abençoava com uma espada. Na verdade, ainda se espera que os cidadãos nomeados cavaleiros pela Rainha Elizabeth II se ajoelhem ao receberem tal honraria.

Quando o ato de ajoelhar-se se transformou em pedido de casamento

De acordo com o site Bustle, é provável que dobrar o joelho tenha assumido um significado mais romântico durante o auge dos cavaleiros medievais. Ainda assim, embora a imagem de um proponente de joelhos dobrados remeta aos cavaleiros da Idade Média curvando-se diante de mulheres nobres, o ato desse gesto vir acompanhado da pergunta “Quer se casar comigo?” parece ser um fenômeno um tanto recente.

No passado, qualquer tipo de pedido de casamento costumava parecer muito mais com o processo de compra de uma casa. Isso acontecia porque, historicamente, as propostas de casamento eram mais comumente vistas como negociações comerciais entre representantes das famílias envolvidas. Em outras palavras, o romance simplesmente não fazia parte do ato, por mais bizarro que possa parecer para a sociedade moderna.

Até meados de 1960, as propostas eram muito mais casuais, mesmo quando havia intenções realmente amorosas entre ambos os envolvidos. Então, na verdade, o que a maioria das pessoas presume que data de séculos atrás é, na verdade, uma invenção relativamente moderna.

Hoje, o gesto de ajoelhar-se ao propor um pedido de casamento está ligado à ideia de deferência e respeito do noivo à sua amada.

Uma palavra final

Na Idade Média, os cavaleiros se ajoelhavam na frente de seus senhores como uma demonstração de respeito, obediência e lealdade. Eventualmente, surgiu a ideia de que, quando um homem cortês estivesse pronto para propor um casamento à sua amada, ajoelhar-se deveria ser a coisa certa a fazer.

Então aí está: se o seu parceiro chegar ao ponto de ficar de joelhos para pedir sua mão em casamento, o que ele está realmente tentando dizer é que ele pretende ser leal e respeitoso para o resto da vida!

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

É possível cheirar sem nariz?

Próximo Artigo

O que são mercados úmidos?

Postagens Relacionadas