Por que o chocolate branco não é considerado chocolate de verdade?

Dado que o termo “chocolate branco” contém literalmente a palavra “chocolate”, qualquer pessoa pode ser levada a pensar que não há nada de errado nisso. Entretanto, os puristas do chocolate amargo serão rápidos em dizer que o chocolate branco não se parece em nada com as suas guloseimas preferidas. Dito isto, a pergunta que fica é: por que o chocolate branco não é considerado chocolate de verdade?

Bem, se você é um amante do chocolate branco (assim como eu), prepare-se para o que está por vir: tecnicamente, os puristas e defensores da tese de que o chocolate branco não é chocolate de verdade vencem esta rodada. Ao longo deste artigo nós explicaremos o porquê.

Qual é o problema com o chocolate branco?

Quando se trata da produção de alimentos, para ser qualificado como chocolate, um produto deve conter sólidos de cacau, sendo que o chocolate branco não faz isso. Em vez disso, essa guloseima é comumente feita a partir de uma combinação de manteiga de cacau, lecitina (um emulsificante graxo), laticínios, açúcar e baunilha.

Embora alguns amantes do chocolate branco possam usar como argumento o fato de que o produto utiliza a manteiga de cacau em sua composição, precisamos ter em mente que a manteiga de cacau é derivada de grãos de cacau, mas não contém os sólidos de cacau que definem o chocolate.

Basicamente, funciona assim: quando os grãos de cacau são colhidos, eles são extraídos de seus frutos e, em seguida, submetidos a um processo bastante demorado que envolve a fermentação, secagem, torragem, abertura e descascamento. Dentro dessa casca está a “ponta de chocolate”, que então se transforma em uma pasta para formar o licor de chocolate.

Esse licor é então dividido em sólidos de cacau (que são responsáveis por fornecer o sabor achocolatado e a cor marrom encontrada em chocolates escuros e de leite) e a manteiga de cacau (que é essencialmente apenas uma gordura sem muito sabor).

Manteiga de cacau não é suficiente para torná-lo um “chocolate verdadeiro”

Apenas a manteiga de cacau (não os sólidos de cacau) é usada no processo de fabricação desse produto alimentício. Como a manteiga de cacau não tem um gosto muito bom sozinha, ela é adicionada aos outros ingredientes listados acima para conferir a suavidade e doçura que você provavelmente associa a esse alimento.

Nos EUA, o FDA, departamento responsável pela proteção e promoção da saúde pública através do controle e supervisão da segurança alimentar, determina que o chocolate branco contenha pelo menos 20% de manteiga de cacau, 14% de sólidos do leite e 3,5% de gordura do leite. Açúcares e outros adoçantes devem ser limitados a não mais do que 55% do produto.

De certo modo, é verdade que um dos ingredientes principais do chocolate branco é derivado dos grãos de cacau, o que o torna um parente muito próximo do chocolate amargo e do chocolate ao leite. No entanto, como o chocolate branco não contém nenhum dos sólidos de cacau que conferem o sabor aos chocolates tradicionais, ele simplesmente não pode ser qualificado como chocolate real de acordo com os padrões atuais.

Uma palavra final

Obviamente, é importante deixar claro que isso não significa que o chocolate branco não seja uma delícia por si só. Muitas pessoas preferem seu sabor e textura ao invés dos chocolates tradicionais, sem falar que ele também é frequentemente usado em uma variedade de projetos de panificação.

De fato, o chocolate branco tem uma longa história. Em 1936, o chocolate branco Galak foi lançado na Europa pela empresa suíça Nestlé. A partir disso, outras empresas desenvolveram suas próprias fórmulas, como no caso da Hershey, que começou a produção em massa na década de 1990, popularizando o produto em várias partes do mundo.

No fim das contas, a verdade é que chocolate branco pode até não ser tecnicamente um chocolate real, mas ainda assim é muito delicioso. Consequentemente, isso por si só já é motivo suficiente para abraçar o primo ligeiramente excêntrico da família dos chocolates.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

Por que os pica-paus perfuram as árvores?

Próximo Artigo

Por que as abelhas picam?

Postagens Relacionadas