Por que as rosas têm espinhos?

“Toda rosa tem seus espinhos.” Você provavelmente já ouviu essa frase um milhão de vezes, até porque ela exemplifica bem o fato de que até mesmo uma das coisas mais belas e delicadas da natureza tem a capacidade de machucar alguém. No entanto, você já se perguntou por que essas belíssimas plantas contam com protuberâncias tão afiadas?

À primeira vista, esta pode parecer uma pergunta para os poetas de plantão, mas é o campo da botânica que realmente explica por que as rosas têm espinhos.

Rosas têm “espinhos” por uma questão de defesa

Em primeiro lugar, é importante deixar claro que, tecnicamente falando, as rosas não têm espinhos; na verdade, elas têm acúleos, que são hastes de folhas modificadas.

Na prática, os acúleos das rosas servem para afastar os predadores. As roseiras são saborosas para muitas criaturas, então é importante para a própria sobrevivência da planta que haja um mecanismo próprio capaz de enviar um sinal “ficar longe!” Obviamente, esta mensagem também é dirigida aos floristas, afinal, as rosas não querem que suas flores sejam roubadas.

Um fato curioso é que a maioria dos acúleos das rosas se curvam para baixo para servir a outro propósito mais insidioso. Quando as rosas crescem, elas escalam outras plantas, de modo que os acúleos acabam servindo como ganchos para ajudá-las a ancorar os galhos dos outros vegetais.

Curiosamente, à medida que as rosas crescem, elas podem monopolizar a luz do sol, fazendo com que as plantas ao redor morram. Portanto, podemos concluir que, olhando por esse lado, torna-se estranho observar que ainda nutrimos a tradição de presentear pessoas que amamos com rosas, não é mesmo?

Como remover os acúleos de uma rosa

Se você se comprometeu com a beleza de um jardim de rosas, então você precisa saber que existem muitas maneiras de remover um acúleo teimoso. Para pequenos trabalhos, você precisará de um par de luvas grossas e uma tesoura. Você pode cortar a parte espinhosa do acúleo ou tentar chegar à base para um corte mais limpo. De qualquer forma, você terá uma haste muito mais segura para trabalhar.

Se você tem um projeto maior, recomenda-se algum cortador ou descascador de espinhos específico. Apenas tome cuidado para não descascar a haste real e puxar o acúleo para não danificar a planta!

Existem variedades de rosas sem espinhos

Se você quiser evitar horas de trabalho dedicadas somente a arrancar acúleos, é importante saber que nem todas as rosas contam com eles. Existem mais de 100 variedades diferentes de rosas por aí, sendo que todas elas diferem em fragrância e cor e quantidades desses falsos espinhos.

Curiosamente, uma variedade de rosaque dura mais tempo e que não tem acúleos surgiu espontaneamente no Ceará. No meio de uma plantação de rosas vermelhas tradicionais, surgiu espontaneamente uma variedade com a haste mais comprida, reta e sem os acúleos. Obviamente, os produtores logo trataram de reproduzir a planta e aumentar a quantidade de mudas.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

Por que a casca dos abacaxis é áspera?

Próximo Artigo

Por que vermelho e verde são as cores do Natal?

Postagens Relacionadas