Por que algumas pessoas nunca engordam?

Parece ser uma das grandes injustiças da vida: enquanto algumas pessoas devem prestar atenção a tudo o que colocam na boca para manter o peso ideal, outras podem comer alimentos calóricos o quanto quiserem sem ganhar nem sequer uns quilinhos a mais. Então, qual é o segredo? Por que algumas pessoas nunca engordam?

Bem, a verdade é que não há uma resposta simples para essa pergunta. Como você verá ao longo deste artigo, há fatores genéticos, nutricionais e até comportamentais envolvidos, de modo que a extensão em que cada um desses fatores interfere em um determinado indivíduo pode variar bastante.

O papel do metabolismo nos corpos das pessoas que nunca engordam

De um modo geral, é perceptível que a tendência de engordar ou não parece envolver algum fator genético. Basicamente, a genética altera as células conhecidas como lipócitos (ou adipócitos), que têm uma capacidade maior de armazenamento de gordura.

Além disso, diferenças no metabolismo podem fazer com que algumas pessoas queimem mais calorias do que a média para manter o corpo funcionando. De acordo com a Super, estudos com gêmeos têm mostrado que a genética contribui com o nosso peso corporal. Em suma, é como se alguns corpos já nascessem programados para gastar mais calorias mesmo realizando as mesmas atividades.

Partindo desse princípio, podemos dizer que aqueles que são popularmente conhecidos como “magros de ruim” apresentam essa característica porque a sua genética lhe favoreceu uma melhor eficiência energética.

As possíveis conexões com as atividades físicas

As atividades físicas também podem fazer a diferença, já que algumas pessoas simplesmente se movimentam mais, ainda que não sejam necessariamente atletas. Por exemplo, uma pessoa pode até não fazer treinos físicos ou ir para a academia, mas costuma andar de um lado para o outro, ter um trabalho ativo ou passar o dia todo perseguindo os filhos. No fim das contas, isso também ajuda a queimar calorias.

Esse movimento extra também pode acelerar o metabolismo do corpo, ou quanta energia seu corpo gasta ao longo do dia, sem incluir exercícios. Quanto mais você se move, mais mitocôndrias dentro das células do músculo aumentarão em número e em atividade. Como elas precisam de energia para realizar tais funções, isso significa mais calorias queimadas.

No fim das contas, também pode ser uma questão de percepção

Além de toda a questão envolvendo genética e atividades físicas, um dos fatores mais importantes nesse sentido não tem nada a ver com tipo de corpo ou metabolismo, mas com a percepção. Basicamente, muitas pessoas que parecem comer o que gostam sem ganhar peso não comem muito mais do que as outras pessoas.

Por exemplo, algumas pessoas que tomam sorvete diariamente podem compensar naturalmente essas calorias extras comendo menos durante o resto do dia. Em outras palavras, o raciocínio por trás disso é que, se você medir as calorias dessas pessoas, elas podem não comer tanto quanto você pensa.

No fim das contas, o quadro é complexo: nossa tendência de ganhar ou manter o peso não é apenas pré-determinada, mas também não está totalmente sob nosso controle. Não há um interruptor que permite que algumas pessoas comam o quanto quiserem sem ganhar peso, ao mesmo tempo em que a tendência de ganhar quilos facilmente não está necessariamente ligada à falta de autocontrole.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

12 Curiosidades interessantes sobre a Land Rover

Próximo Artigo
http://molcci.com.br/teorias-da-conspiracao-mais-malucas-das-copas-do-mundo/

Teorias da conspiração mais malucas das Copas do Mundo

Postagens Relacionadas
Mais informações

O que faz um arborista?

Você sempre teve interesse em estudar arboricultura? Consegue subir em grandes árvores sem sentir medo? Gosta de examinar…