Por que a casca dos abacaxis é áspera?

Os abacaxis são frutos maravilhosos, mas a casca áspera que apresentam tornam o seu manuseio um tanto incômodo. Só de observar os seus detalhes pontiagudos, podemos ter a impressão que se trata de algo pouco amigável. Mas, afinal de contas, por que o abacaxi é tão “espetado” dessa forma?

Ao longo desse artigo, você vai descobrir que a casca dos abacaxis apresenta uma textura áspera por causa da forma como essas frutas são moldadas pela natureza.

Por que os abacaxis possuem uma casca tão áspera?

Os abacaxis são pontiagudos porque são uma coalescência de vários frutos, de modo que os pequenos espinhos nas laterais são as antigas estruturas de cada flor que produziu o fruto. Quando um abacaxi é formado, ele cresce na forma de uma baga composta, o que significa, em outras palavras, que pequenos frutos se fundem para formar o fruto final.

O mais curioso disso tudo é que foi somente depois de muito tempo da chegada da fruta na Europa que descobriu-se que aquilo que costumava ser considerado como uma fruta única não passava de centenas de pequenos frutos aglomerados em torno de um mesmo eixo central, de acordo com a UnB.

Em essência, a casca áspera do abacaxi é a saliência de um fruto que cresceu a partir de vários frutos menores em um grande corpo, chamado infrutescência, no topo do qual se forma a coroa.

Quando o abacaxi floresce, ele conta com muitas flores menores, todas elas devidamente agrupadas. Cada flor produz uma única fruta e, à medida que crescem, elas se fundem, mas ainda mantêm uma espécie de borda, que você pode notar facilmente quando olha com atenção para uma fatia de abacaxi.

Outros animais comem abacaxis?

À primeira vista, muitas pessoas podem assumir que as pequenas pontas na casca dos abacaxis servem para impedir que os animais venham a devorar a fruta. No entanto, isso não é verdade, embora algumas outras plantas realmente tenham mecanismos de defesa na forma de espinhos.

Dito isto, para responder à questão relacionada aos animais, a verdade é que, diferentemente do que muita gente possa pensar, os abacaxis que conhecemos hoje não existem na natureza selvagem. Assim como outras frutas e vegetais que compramos em feiras e mercados, eles são cultivados apenas em fazendas e, portanto, seus “predadores” naturais são os seres humanos.

Ainda assim, existem alguns seres vivos que consomem abacaxis de uma forma ou de outra. As pragas mais comuns são insetos e mariposas que penetram nessas frutas e causam perdas significativas na colheita. Por serem criaturas tão pequenas, elas não parecem enfrentar muitas dificuldades na hora de penetrar a casca espinhosa.

Uma palavra final

Acredita-se que o abacaxi seja um fruto nativo da América do Sul, mais especificamente da região onde hoje fica o Paraguai. Ao longo do tempo, o abacaxi foi carregado por toda a América pelos índios guaranis, tornando-se uma espécie cultivada em vários locais da América Central e do Caribe muito antes da chegada dos europeus no continente americano.

Por ser um fruto de fácil dispersão e cultivo, o abacaxi não demorou muito para cruzar os mares a bordo de galeões e caravelas, chegando de forma definitiva na África, na China, na Índia e nas Filipinas. Nesses locais, o abacaxi propagou-se com facilidade e rapidez, tendo sido muito bem aproveitado nos últimos cinco séculos.

Na Europa, o abacaxi deixou de ser apenas uma fruta e passou a ser um verdadeiro modelo de beleza e exotismo, sendo representado incansavelmente pelas belas artes e admirado pelas ciências da natureza. De certo modo, isso é totalmente compreensível, afinal, devemos concordar que ser uma fruta com coroa e casca espinhosa atrai a atenção de qualquer pessoa.

Nos dias de hoje, o abacaxi é uma das frutas tropicais mais populares do mundo, sendo muito utilizado no preparo de coquetéis de espírito festivo, como a famosa “piña colada”, que é feita com o suco da fruta e rum.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

12 Curiosidades incríveis sobre o cérebro humano

Próximo Artigo

Por que as rosas têm espinhos?

Postagens Relacionadas