É verdade que as baratas conseguem viver sem cabeça?

Embora asquerosas, as baratas são algumas das espécies mais invejáveis da Terra, graças à sua capacidade de sobreviver a uma série de situações de risco. Por exemplo, uma barata possui um nível mais alto de imunidade contra radiação do que os humanos e pode viver por semanas sem consumir qualquer alimento. O mais incrível de tudo, porém, é que as baratas conseguem até sobreviver sem sua cabeça!

O mais interessante com relação a esse assunto é que as baratas não conseguem sobreviver sem cabeça somente por um ou dois minutos; na verdade, uma barata decapitada pode continuar vivendo por semanas! Mas, afinal, por que será que isso é possível?

Entendendo como as baratas conseguem viver sem cabeça

Segundo a Super, a explicação para esse fenômeno bizarro tem a ver com o fato de que as principais estruturas vitais da barata não estão na cabeça. Se um ser humano for decapitado, ele perderá muito sangue, o que levará a uma queda inevitável da pressão arterial e fazendo com que o oxigênio não possa ser transportado para todas as partes do corpo, resultando em morte.

Por outro lado, as baratas não enfrentam esse mesmo problema. De fato, os insetos de um modo geral possuem sistema circulatório aberto. Isso significa que seu sangue, chamado hemolinfa, não flui em tubos definidos, como as artérias e veias de outros animais. As baratas têm um coração que serve para fazer a hemolinfa se mover pelo corpo, mas que não gera a pressão relativamente alta que o coração humano pode atingir.

Sem vasos sanguíneos, o coração desse inseto não precisa bombear sangue em altas pressões para que alcance todas as partes do corpo.

Sendo assim, se você cortar a sua cabeça, uma barata poderá perder algumas gotas de hemolinfa, mas nada muito grave, sem falar que a ferida na cabeça será rapidamente selada pela coagulação. Na prática, diminuir a perda de sangue ajuda a conservar todos os nutrientes presentes na hemolinfa.

Além disso, as baratas não têm nariz. Em vez disso, elas respiram através de pequenos orifícios em seus corpos chamados espiráculos. Esses orifícios respiratórios estão localizados nas laterais do corpo das baratas e podem, na verdade, ser vistos como pontos pretos nas laterais (desde que a barata seja grande o suficiente e que você tenha coragem e disposição para segurá-la entre os dedos).

Cérebro das baratas também é diferente

O cérebro humano controla a maioria das funções corporais que nos permitem viver. Além dos movimentos musculares, o nosso cérebro interfere até mesmo no estado nutricional e na sensação de fome, sem mencionar que os sentidos e as emoções também são controlados pelo cérebro.

Uma barata, por sua vez, não precisa se preocupar muito com seu cérebro. O cérebro da barata até controla tarefas importantes, como integrar a entrada sensorial (degustar e cheirar através de sua antena) e controlar seu aparelho bucal, mas esse inseto não precisa de seu cérebro para tarefas essenciais como respirar ou metabolizar alimentos para criar energia.

Os insetos, inclusive no caso de uma barata sem cabeça, contam com uma série de gânglios (agregados de nervos), especialmente ao longo de sua barriga. Na prática, esses gânglios torácicos e abdominais são responsáveis ​​pelo controle dos músculos e órgãos da região onde ficam situados.

Em suma, se uma pessoa perder a cabeça, estará morta em segundos, mas uma barata ainda sobreviverá por algumas semanas, mesmo com a maioria de suas funções corporais sendo afetadas.

E quanto à comida?

No que se refere à alimentação, as baratas conseguem viver um bom tempo sem comer porque são criaturas de sangue frio, o que significa que, ao contrário dos animais de sangue quente, elas podem durar dias com uma única refeição.

A produção de calor para manter a temperatura corporal dos animais de sangue quente requer muita energia e, portanto, mais alimentos. Por outro lado, as baratas não precisam disso, especialmente se não tiverem que realizar muitas atividades.

Por conta de todos esses fatores, uma barata pode sobreviver por semanas sem a cabeça, desde que não seja atacada por um vírus, bactéria, mofo ou predadores nesse período e permaneça em um ambiente relativamente fresco.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

Por que as girafas têm pescoço comprido?

Próximo Artigo

As águas-vivas têm olhos?

Postagens Relacionadas