Como sobreviver se cair de um navio de cruzeiro?

Cair de um navio de cruzeiro em alto mar é uma das piores coisas que podem acontecer a alguém que viaja a bordo. Em um caso desse tipo, há uma série de perigos envolvidos e as chances de resgate contam severamente contra a vítima. Ainda assim, é possível sobreviver em meio a uma situação tão infeliz.

Ao longo deste artigo, nós vamos explorar o conjunto de fatores que podem levar uma pessoa a sobreviver à queda de um navio de cruzeiro em alto mar, mas antes vamos entender primeiro os os riscos envolvidos.

Os perigos de cair de um navio de cruzeiro no mar

Para começar, há a questão da própria queda. Você já deve saber que navios de grande porte, como navios de cruzeiro, têm seus conveses bem acima da superfície da água. Isso significa que a altura da queda será de pelo menos algumas dezenas de metros, senão mais. Dito isto, é altamente provável que você sofresse lesões não tão pequenas (ossos quebrados e fraturas seriam uma possibilidade definitiva) nesse tipo de situação.

Além disso, quando o corpo humano fica subitamente submerso em água gelada (como no caso de uma queda no mar), ele involuntariamente libera todo o ar de dentro dele e posteriormente tenta inspirar o máximo de ar possível. O resultado disso pode fazer com que a vítima engula involuntariamente a água salgada e fria ao redor, o que pode agravar ainda mais a situação se a vítima estiver debaixo d’água.

Um dos outros riscos de cair muito perto do navio é ser sacudido pelas fortes correntes. Se for um grande navio, você não seria sugado ou retalhado pelas hélices, mas provavelmente seria lançado para longe pela água turbulenta ao redor do casco do navio, o que poderia tornar mais difícil para alguém a bordo localizá-lo.

As chances de sua sobrevivência também dependeriam da temperatura da água. As águas do Caribe não são tão frias, então você provavelmente ficaria bem por um tempo, mas cair nas águas geladas do oceano Ártico resultaria na perda das funções cerebrais e morte em questão de minutos devido à hipotermia, uma condição na qual o corpo perde mais calor do que absorve.

Por último, não podemos nos esquecer das criaturas aquáticas. Tubarões, por exemplo, são muito bons em localizar suas presas e poderão atacar se sentirem traços de sangue no ambiente. A coisa boa, porém, é que a maioria das espécies de tubarões (e até mesmo outras espécies aquáticas) não são agressivas com os humanos e geralmente não atacam sem provocação.

O que pode ser feito para salvar a vítima?

A sobrevivência de uma pessoa que veio a cair de um navio depende inteiramente da rapidez com que alguém percebe o problema. O melhor cenário é quando alguém no navio realmente vê a vítima cair ao mar, imediatamente aciona o alarme de “homem ao mar” e, em seguida, mantém os olhos fixos na vítima para rastreá-la na água.

Manter o controle da localização exata da vítima é de extrema importância. A superfície da água em mar aberto raramente é calma, então a vítima pode ser facilmente obscurecida pela superfície irregular. As coisas ficam ainda piores à noite, já que tudo o que se pode ver naquele momento não é nada além de água escura como breu, a menos que a vítima esteja usando algum objeto fluorescente.

Ao localizar a posição exata da vítima tombada, as pessoas no navio devem jogar uma boia salva-vidas ou qualquer coisa que flutue perto da pessoa para que a vítima tenha algo em que se segurar até que seja “pescada”. Além disso, todas essas “coisas” lançadas na água ajudam a marcar sua localização exata.

Depois disso, o navio pode voltar para pegar o passageiro caído usando uma “curva de resgate de homem ao mar”, que é basicamente uma manobra de navegação de movimento pré-definido que diminui as chances de ocorrência de outros acidentes.

O que a pessoa que veio a cair do navio pode fazer?

De acordo com o UOL, a melhor e provavelmente a única coisa que você pode fazer para evitar a queda no mar é ficar longe das bordas e grades nos conveses superiores de um navio, especialmente quando não há ninguém por perto. Digo isso porque, se você cair na água, você não poderá fazer muito, além de agitar os braços e pedir ajuda.

O que você realmente pode fazer é tentar ficar calmo e relaxado, o que pode fazer toda a diferença entre a vida e a morte nessas situações. Mais importante ainda, tente se manter positivo. Tenha esperança. Lembre-se de que pessoas já caíram ao mar no passado e foram resgatadas com sucesso.

De fato, existem algumas histórias de sobrevivência de pessoas que caíramao mar. Uma das mais memoráveis foi a de um homem que caiu de um barco turístico no Oceano Índico e ficou na água por 29 horas seguidas, sobrevivendo à desidratação, tempestades, tubarões e até alucinações da Virgem Maria!

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

Como a água de uma cachoeira pode ficar congelada?

Próximo Artigo

Como as árvores afetam o clima?

Postagens Relacionadas