Como as abelhas escolhem o local para fazer uma nova colmeia?

De um modo geral, as abelhas são criaturas bastante possessivas com relação à casa delas. De fato, somente o ato de ficar perto de uma colmeia pode render várias picadas dessas criaturas. No entanto, a cada ano, dezenas de milhões de abelhas devem encontrar um novo local para construir uma nova casa.

Dito isto, nós vamos abordar ao longo deste artigo como as abelhas escolhem o local para fazer uma nova colmeia. Você vai ver que, embora a visão de um enxame de abelhas possa ser bastante assustadora para algumas pessoas, trata-se de uma parte absolutamente natural e maravilhosa do ciclo de vida desses insetos voadores.

Quando uma colmeia de abelhas fica superlotada, ela tende a se dividir em duas. Desse modo, a rainha-mãe e aproximadamente metade das abelhas operárias deixam a colmeia para estabelecer uma nova colônia, enquanto uma rainha-filha e as operárias restantes ficam para trás para cuidar da antiga colônia.

Curiosamente, a seleção do local do ninho por enxames de abelhas envolve um processo de tomada de decisão altamente distribuído que geralmente ocorre no fim da primavera e início do verão, quando a colônia deixa de crescer sua colmeia e se divide.

Até que encontrem um local seguro confortável e espaçoso para chamar de lar, as milhares de abelhas esperam em um galho de árvore, enquanto outras centenas exploram novas perspectivas.

Cada uma das abelhas “escoteiras” retorna ao grupo e compartilham a ideia do quão bom é um determinado local, realizando uma dança que possui um código específico que indica a sua respectiva localização. Com base no vigor relativo de sua dança, as abelhas estimam qual dos locais mais fortemente recomendados deveria ser o lugar definitivo para a formação do seu novo lar.

O que ocorre quando há um empate

Se os dois locais são igualmente atraentes, as abelhas correm o risco de promover um desempate mortal. Lembre-se que o enxame tem apenas uma abelha rainha, então não pode se dividir nesse sentido e deve, portanto, concordar em um único local.

O biólogo Bee Thomas Seeley, da Cornell University, junto com seus colegas, conduziu um experimento para determinar como esses impasses específicos são resolvidos. Para avaliar isso, eles montaram duas caixas idênticas em uma ilha remota e então soltaram um enxame de abelhas.

Os pesquisadores então observaram como as abelhas selecionavam o local. Na prática, enquanto um grupo seguia em direção ao seu local escolhido, outro grupo parava de “dançar” e buscava impedir que outras abelhas completassem sua performance dando cabeçadas nelas e emitindo ruídos agudos.

Vale destacar que, na maioria dos casos, esses sinais inibitórios ajudam a quebrar o impasse e auxiliam as abelhas a escolher seu lar mais rapidamente. Assim que um local ganha uma certa vantagem sobre o outro, haverá mais abelhas no lado do ninho vencedor para impedir o avanço do lado opositor, acelerando o processo e permitindo que as abelhas escolham um local mais rapidamente.

Uma palavra final

É importante destacar que, idealmente, a nova casa deve ser construída em alguma árvore segura e bem acima do solo, com muito espaço para todo o enxame poder se locomover livremente e armazenar o mel com facilidade.

No fim das contas, este é um exemplo brilhante do surpreendente funcionamento das sociedades das abelhas. De fato, há quem diga que se os humanos fossem disciplinados como esses insetos, a Terra possivelmente seria um lugar melhor.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

Por que a água é transparente?

Próximo Artigo

O que é o Teste de Turing?

Postagens Relacionadas
Mais informações

O que faz um aquarista?

Você sempre se interessou pelos animais aquáticos? Gosta de visitar aquários públicos e oceanários com certa frequência? Se…