Como acabar com o cheiro de cachorro espalhado pela casa?

Quando dividimos nossa casa com um cachorro, ficamos acostumados com o cheiro do animal que nem percebemos mais. De fato, somente quando um convidado visita a nossa residência é que geralmente nos damos conta desse detalhe (graças aos comentários do visitante). Dito isto, a pergunta que fica é: será que existe alguma forma de acabar com o cheiro de cachorro espalhado pela casa?

Ao longo deste artigo, você vai ver que pode fazer isso adaptando sua casa e encontrando maneiras eficazes de atender às necessidades de higiene do seu cão. Antes disso, entretanto, devemos abordar algumas informações básicas sobre o mau cheiro perpetuado pelos cães.

É normal um cachorro apresentar um cheiro ruim?

Todos os cães exalam um certo odor pujante que está relacionado a vários fatores. De um modo geral, isso inclui seus hábitos de higiene, o comprimento e a qualidade da suas pelagens, seu estado de saúde e os tipos de atividades que realizam.

Seja por falta de higiene ou infestação parasitária, um cão tende a cheirar muito mal quando sua pele está em más condições. As infecções bacterianas ao redor da orelha são particularmente proliferadoras de odores. De fato, o mau cheiro pode ser um dos primeiros sintomas indicativos de alguma doença de pele, por isso é importante levar o animal ao veterinário se perceber que ele começou a cheirar mal sem motivação aparente.

Além disso, quando seu cão vai para o ambiente externo, ele pode interagir com praticamente tudo aquilo que puder manter algum contato, o que inclui rolar em algo que não deveria. Quer sejam fezes, comida estragada ou quaisquer produtos que possam causar mau cheiro, se entrar em contacto com o pelo do cão, essas coisas poderão dar origem a odores muito desagradáveis.

Por fim, não podemos nos esquecer que problemas com dieta, alergias, intolerância alimentar e parasitas podem afetar o sistema gastrointestinal. Nestes casos, o resultado pode ser diarreia, prisão de ventre, flatulência ou outros problemas envolvendo o mau cheiro.

Então, como é possível acabar com o cheiro de cachorro dentro de casa?

Primeiramente, é imprescindível cuidar da pelagem do seu animal. De um modo geral, todos os cães devem ser escovados 2 a 5 vezes por semana, mas existem algumas raças que precisam de escovagem diária para manter a pelagem com um bom aspecto higiênico e evitar a proliferação de odores tão fortes. Os níveis de atividade dos cães também influenciam na frequência com a qual eles precisam ser escovados.

Quando se trata de eliminar o mau cheiro de animais de estimação, existem certos produtos que podem ser úteis. Perfumadores de ar são projetados para manter os cheiros ruins afastados, mas nem todos são tão eficazes quanto os outros. Outra coisa a levar em consideração é o problema de pulverizar produtos químicos em sua casa. Por isso, dê preferência a produtos totalmente naturais ou que não utilizam substâncias químicas abrasivas.

Da mesma forma, também é necessário estar atento à limpeza das áreas da casa onde o cão passa a maior parte do tempo. É imperativo que você mantenha a cama, cobertores e áreas de alimentação impecáveis. Certifique-se de que seus brinquedos e acessórios também sejam limpos regularmente, pois as bactérias podem se desenvolver em qualquer objeto que costuma entrar em contato com a saliva desses animais regularmente.

Ventilação também é importante

Embora isso possa parecer óbvio, é algo que muitas pessoas muitas vezes ignoram. Manter sua casa ventilada permite que o ar circule naturalmente, evitando que cheiros rançosos se perpetuem pela sua casa.

Também vale destacar que perfumes e desodorantes para cães tendem a ser particularmente bons para cães mais velhos e com pelos mais longos. No entanto, você não pode simplesmente borrifar qualquer perfume no seu cachorro e esperar que ele fique com um cheiro agradável. Lembre-se que existem requisitos específicos de que os cães precisam em termos de eliminação de odores.

Por último, tenha em mente que muitos perfumes projetados para humanos podem causar reações alérgicas em cães. Na prática, eles podem afetar as membranas mucosas, irritar os olhos e até queimar a pele do animal, o que no fim das contas pode dar origem a um cheiro ainda pior.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
0
Shares
Artigo Anterior

É possível ter câncer no coração?

Próximo Artigo

12 Curiosidades incríveis sobre o Mustang

Postagens Relacionadas