Ciência desenvolve embalagem de pipoca para aposentar isopor

O isopor é um dos principais desafios para a ecologia; esse tipo de embalagem é bastante prejudicial para o nosso meio ambiente.

O material, derivado do poliestireno, é pouco reciclável. Por isso, muitos cientistas pesquisam alternativas para essa substância.

Entretanto, pesquisadores da Universidade de Göttinger, na Alemanha, descobriram que a pipoca, alimento tão comum no mundo todo, pode ser uma alternativa sustentável para o isopor.

Embalagens de pipoca podem ser alternativa para o isopor, um dos principais vilões do meio ambiente

Os pesquisadores do Chemie und Verfahrenstechnik von Verbundwerkstoffen (Química e Engenharia de Processos com Materiais Compostos) da Faculdade de Ciências Florestais e Ecologia da Universidade de Gottingen descobriram que a pipoca granulada pode ser um substituto muito eficiente para o poliestireno.

O ‘isopor de pipoca’ é biodegradável e não depende de combustíveis fósseis para ser feito, ao contrário do poliestireno.

A ideia já foi licenciada por uma empresa, a Nordgetreide, que pretende expandir a utilização para uso amplo comercial nos mercados de embalagem.

“Esse novo processo, criado a partir da tecnologia desenvolvida na indústria do plástico, permite a produção de uma grande variedade de pacotes moldáveis.

E isso é particularmente importante quando consideramos o mercado de embalagens, porque nosso produto garante que os produtos são transportados de maneira segura, o que reduz o desperdício.

E tudo isso foi conquistado com um material que será biodegradável”afirmou a professora Professor Alireza Kharazipour, que coordena o grupo de pesquisa, à Deustche Welle.

E então, sabia todas estas coisas?

Vamos aprender, sempre! Conhecimento é sempre bem vindo. Lembre-se de deixar a sua opinião nos comentários e se tiver mais alguma curiosidade para compartilhar, estamos ansiosos para saber.

Total
4
Shares
Artigo Anterior

La Casa de Papel | Temporada final em 2 partes ganha data de sua primeira estreia

Próximo Artigo

Você tem praticado o autocuidado? Veja a importância de praticar

Postagens Relacionadas